lance-asper-3P3NHLZGCp8-unsplash.jpg

Sobre o Parque Natural do Recife de Fora

O Parque Natural Municipal Marinho Recife de Fora (PNMM Recife de Fora) é composto por ecossistema recifal formado por um mosaico de ambientes, situado no litoral do município de Porto Seguro no estado da Bahia a uma distância de 1,34 km da costa e abrange uma área de 19,68 km².  O PMM Recife de Fora foi criado pela Lei Nº 260/97, de 16 de dezembro de 1997, visando “resguardar os atributos excepcionais da natureza da região”, bem como “a proteção integral da flora, da fauna e demais recursos naturais, com utilização para objetivos educacionais, científicos e recreativos”.

Conhecido por sua alta biodiversidade e endemismo, o PNMM Recife de Fora está inserido em uma área prioritária para a conservação da biodiversidade e serve de habitat e abrigo para vários grupos marinhos como algas, gramas marinhas e uma diversidade de fauna (invertebrados e vertebrados). Além de abrigar espécies ameaçadas de extinção, como por exemplo, o coral-cérebro-da-bahia (Mussismilia braziliensis), o mero (Epinephelus itajara), a tartaruga-verde (Chelonia mydas), o boto-cinza (Sotalia guianensis) e muitas outras espécies.  Além disso, a manutenção da conservação do platô recifal é de extrema importância para proteger a zona costeira das ações da maré.

Atualmente o Parque segue as normas do Plano de Manejo do PNMM Recife de Fora, o qual se caracteriza como um instrumento de planejamento que orienta o seu manejo e é gerido pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA) de Porto Seguro. As atividades permitidas dentro do Parque são turismo ecológico, realizado por empresas cadastradas, educação ambiental e pesquisa científica, as quais são fiscalizadas pela SMMA.

Os moradores e turistas de Porto Seguro têm a oportunidade de conhecer e se maravilhar com a biodiversidade dos recife de coral existentes na Piscina de Visitação e em pontos de Mergulho Autônomo dentro da área do Parque. O turista pode adquirir o passeio junto às operadoras cadastradas na SMMA (aba visitação). Os visitantes embarcam no Píer Municipal e são levados de escuna ao Porto Norte, onde desembarcam para acesso à piscina natural (com calçado apropriado e máscara de snorkel, opcional). Na Piscina de Visitação é possível realizar mergulho livre e assistir a uma pequena palestra educativa dos monitores voluntários (“amigos do Parque”) sobre a biodiversidade existente. Os turistas que irão fazer o mergulho autônomo também embarcam nas escunas no píer e são levados a um dos nove pontos de mergulho dentro do Parque, onde com acompanhamento e supervisão de mergulhadores profissionais podem fazer o mergulho de batismo.  

Nossas costas e praias são insubstituíveis. Vamos preservá-las.